Critica: Cinquenta Tons De Cinza - Sexo com Violência?

Não é "A Culpa é das Estrelas" e nem "Se Eu Ficar".


Por: Diones Santana
Se você tem a pretensão de ir ao cinema para assistir 50 tons de cinza achando que ele será igual "A Culpa é das Estrelas" ou "Se Eu Ficar", certamente você se arrependerá. O Filme não tem nada de romântico, porém é muito sensual.
E é assim que começo a minha crítica de "50 tons de cinza".

Por ser um filme que muitas vezes é associado ao longa "Ninfomaníaca", não há uma comparação muito direta referente a qualidade dos dois. "Ninfomaníaca" conta a história de uma pessoa que é viciada em sexo, com cenas bem fortes de nudez e sexo explícito. Já "50 Tons de Cinza", é um filme com um clima diferente e um roteiro mais aprimorado além de ser baseado no Best Seller da autora E. L. James, que ficou famosa por conta desta obra.

O Filme não conta uma história fiel à obra original como esperávamos baseando-nos em todo o alvoroço que o anúncio dele gerou. Ele parece mais um pornô explícito.

O longa conta a história de Anastasia Steele, interpretada por Dakota Johnson. Anastácia é uma estudante que trabalha em uma loja de artefatos. Ela leva uma vida simples, é uma moça tímida e não muito habituada ao convívio com outras, pelo menos é o que aparenta ser. Já Christian Grey - interpretado por Jamie Dornan- é um famoso milionário dono de uma grande corporação, muito centrado e cheio de grandes mordomias como todo filhinho de papai. Sr Grey, como é chamado, é o típico homem ricaço que oferece todo o conforto que as mulheres querem. Porém, Grey não é o que se pode chamar de uma pessoa normal, se assim podemos dizer. Ele tem gostos bem peculiares na cama...

Atendendo ao pedido de uma amiga, Anastácia vai entrevistar o Sr Grey e logo ao conhecê-lo ela passa a sentir uma forte atração por ele e este primeiro encontro desperta nela fortes desejos sexuais. Ao observar Anastácia, Grey percebe a atração da garota. Em pouco tempo eles passam a se relacionar e a ter momentos íntimos muito intensos que inclusive, ultrapassam o bizarro.  

Agora, falando sobre o desempenho dos atores, em todo o filme se observa o despreparo de ambos, pois as cenas que deveriam ser quentes acabaram ficando um tanto frias. Elas poderiam ter sido um pouco mais chocantes, claro que tudo  tem limites, mas faltou um pouco de sensualidade e muitas cenas ficaram demasiadamente formais. Quem sabe a escolha por uma atriz famosa como Dakota Johnson pode não ter ajudado devido às limitações que ela solicitou para gravar as cenas de sexo. Talvez uma atriz não muito conhecida fazendo as cenas mais quentes ajudaria a melhorar o filme.

O longa as vezes pode ser perturbador, mas nem tudo está errado, há cenas muito boas como a própria atriz Dakota Johnson  disse. Há uma cena na qual Anastásia se encontra com Sr Grey para uma reunião e desta vez ela fica bem picante e digna. Posso estar errado porem, eu acho que eles só acertaram essa cena, mas pode ser que não. O filme tem muitos acertos e erros mas teremos continuação: "50 Tons Mais Escuros" e "50 Tons de Liberdade" vamos aguardar e ver se os erros serão corrigidos no próximo filme.
                 Veja abaixo algumas cenas do filme 
Compartilhe no G+

Sobre: Unknown

    Comente
    Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário