O Dragão que tomou um banho de ouro. O Hobbit: A Desolação de Smaug – Crítica.

Criticado Por Danival Brum. veja o que ele achou

Por: Danival Brum
Depois das tradicionais quase três horas de filme que qualquer película da saga O Senhor dos Anéis proporciona, voltei para o hotel pensando como expurgar minha opinião sobre o filme.

O que falar logo de início? A qualidade visual do filme? Sua fotografia incrível? A trilha sonora marcante? ... Enfim, o que marca os filmes desta saga em questão sempre é o enredo lento, que leva tempo demais pra chegar no objetivo. Não é de se culpar. Afinal, estamos falando de um filme que foi tirado de um Best Seller mundial.

Mas as perguntas que sempre nos afligem é sobre a dinâmica do filme em comparação ao livro e, comparações a parte, A DESOLAÇÃO DE SMAUG é o típico filme do meio de uma trilogia: tem um enredo mais lento que o de costume, afinal, é o filme que liga o começo da história com o que vai levar ao fim da saga e portanto, tende a ser chato e até maçante. Só que desta vez o “filme do meio” me pegou de surpresa.
A DESOLAÇÃO DE SMAUG consegue ser um filme muito bom e melhor que o primeiro desta trilogia. Peter Jackson, diretor do filme conseguiu tirar aquela tomada infantil que o primeiro filme tinha e ainda o deixou mais denso, rápido e com cenas de ação maravilhosas (vide fuga do reino dos elfos e luta com o dragão). As cenas que tem o dragão são de tirar suspiros empolgados da plateia e, recomenda-se assistir em um bom cinema com a imagem em 3d... sério, vale a pena!!!
"Fala de Danival" Um filme que dispensa elogios na parte visual, pois a fotografia, maquiagem e efeitos especiais são de tirar o fôlego. Não dá para tirar os olhos da telona nas últimas cenas do filme.O Hobbit: A Desolação de Smaug está com devidos méritos recomendado, porém, tem que ter assistido ao primeiro da trilogia, pra poder entender.

Crítica: Danival Brum.



Compartilhe no G+

Sobre: Diones Santana

Após ter entrado para a escola de magia e bruxaria de Hogwarts, ter vivido longos anos na terra média ao lado de Hobbits, conheci o filho de Jor-El ainda quando ele era Clark Kente ter entrado em um fliperama para conhecer Tron! Hoje estou aqui compartilhando minhas paixões com vocês, porém me acompanhe para que eu não caia na zona fantasma.

    Comente
    Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário