Crítica: Transformers O Último Cavaleiro

A linha do tempo confusa.


Por: Diones Santana
Que os filmes dos Transformers é um sucesso isso ninguém dúvida, a primeira trilogia estrelada por Shia LaBeouf tem um grande potencial. Com cenas de ação, robôs gigantes e muito humor. O filme não deixa a desejar e por isso teve uma grande aceitação do público. Porém, tudo que consegue sucesso muito rápido tem chance de perder da mesma forma. E não foi diferente com essa franquia, ela começou com potencial porem se perdeu no caminho. Tudo começou com a troca de elenco, saindo Megan Fox que por mais que não seja uma grande atriz ela sabe trazer o lado sensual que todo filme de ação precisa. E depois o próprio protagonista Shia LaBeouf - que por mais que tenha seus problemas particulares, ele sabe muito bem como atuar nessa franquia.

O filme começa três anos depois do último longa-metragem “Transformers A Era da Extinção (2014) ”, Optimus Prime vai à procura de sua terra natal, mas acaba encontrando destruição no local. Ele encontra Quintessa que foi a criadora dos Transformers, ela o tortura e o converte para fazer os planos que ela deseja. Uma missão que o tornará vilão da história. Cade Yeage e Bumblebee estão tentando salvar os Autobots de serem destruídos.


No filme, alguns personagens retornam novamente, o que funciona bem, mas não totalmente. Mark Wahlberg consegue nos segurar na tela sendo um bom protagonista aonde conseguimos até esquecer o querido Sam. O filme tem várias cenas de ação muito boas que mostram o poder que tem em mãos o Michael Bay. Ele sabe muito bem como agradar o filme visualmente, porém o diretor não está preocupado com a história. O filme é totalmente confuso, trazendo o mesmo sentimento quando assistimos os filmes da franquia X-men. Os novos personagens que entraram para a franquia mandam bem, no entanto não impressionam. É um filme que tem de certa forma um foco no Bumblebee. Optimus Prime é praticamente um coadjuvante na história toda.


Marcado com cenas de ação bem feitas e um roteiro bem fraco, Transformers O Último Cavaleiro comprova que há uma necessidade de mudar e repensar no que fazer com os grandes robôs. Longa tem seus altos e baixos, mas não deixa de ser um bom filme de ação. Assista nos cinemas e comente conosco o que achou.

Nota:6,5


Compartilhe no G+

Sobre: Unknown

    Comente
    Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário