Crítica: Animais Fantásticos e Onde Habitam

A magia está no ar e você faz parte disso.


Por: Diones Santana
Após fim épico de Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 lá em 2011 ficamos alguns anos com o mundo bruxo adormecido. Senhor dos anéis retornou com a trilogia Hobbits aonde matou a saudade de quem estava a muitos anos sem voltar a terra média. Mas Warner junto com a maravilhosa J.K. Rowling nos presenteia afirmando um prelúdio do mundo de Harry Potter, e assim foi anunciando Animais Fantásticos e Onde Habitam.

Filme se passa anos antes dos acontecimentos de Harry Potter e a Pedra Filosofal (2001) Eddie Redmayne que interpreta Newt Scamander chega em Nova York levando com sigo uma maleta misteriosa aonde nessa maleta ele carrega animais nunca imaginados antes. Ele acaba perdendo alguns desses animais e precisa usar magia para conseguir completar essa missão. Filme tem toda a temática do universo de Harry Potter nos primeiros segundos do filme já é algo de se emocionar para quem é um Potter Head os figurinos o cenário é totalmente fiel a saga.



Filme é muito bem resolvido e já tem um tom mais adulto para magia, podemos dizer que o filme é feito para o fiel fã da franquia Harry Potter trazendo um tom mais sombrio com a história ao todo e também até é explorado o sensualismo. Os atores principais conseguem transmitir o que J.K. Rowling tem para as próximas quatro sequências. Filme tenta tratar sobre repressão, e também guerras do passado explorando um novo mundo dentro de Harry Potter.

Para os amantes da magia vá e se emocione aproveite o momento pois Animais Fantásticos e Onde Habitam prometem te emocionar e arrepiar.

Nota: 9,5

Compartilhe no G+

Sobre: Unknown

    Comente
    Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário